Inscrições abertas: concurso da Prefeitura de Cosmópolis-SP tem 22 vagas

Novo edital de concurso abre 22 vagas para a Prefeitura de Cosmópolis, em São Paulo.

Por

A Prefeitura de Cosmópolis, em São Paulo, abre novo concurso público. São 22 vagas imediatas, mais cadastro reserva, em funções de todos os níveis de escolaridade.

Há vagas para Auxiliar Operacional, Agente Comunitário de Saúde, Fiscal de Postura, Fiscal Tributário, Guarda Municipal, Inspetor de Alunos, Motorista categoria D, Motorista Escolar, Operador de ETA e ETE, Recepcionista, Secretário de Escola, Técnico em Enfermagem do Trabalho, Assistente Social, Nutricionista e Psicólogo. As remunerações oscilam entre R$ 1.026,49 e R$ 2.247,66.

As inscrições serão realizadas no dia www.directacarreiras.com.br, até o dia 25 de junho. As taxas de participação são de R$ 38,00, R$ 43,00 e R$ 60,00, com isenção para candidatos desempregados ou doadores de sangue.

As provas objetivas acontecem em 29 de julho, com questões de Língua Portuguesa, Matemática, Informática e Conhecimentos Gerais. Haverá ainda prova prática para Motorista e teste de aptidão física para Guarda Municipal.

A validade do concurso será de dois anos contados a partir da homologação de resultado, prazo que pode ser prorrogado uma vez pelo mesmo período.

Atribuições dos cargos

Auxiliar Operacional: atividades não especializadas, em grau auxiliar, nas estações de tratamento e elevatórias, nas oficinas, laboratórios, bem como limpeza e conservação das áreas de trabalho; capinar, roçar, varrer e limpar as áreas da ETA e ETE; executar, sob orientação, escavação e recomposição nos serviços de assentamento de rede, ramais prediais e esgoto sanitário; executar limpeza em coletores de esgoto sanitário bueiros, estações de tratamento de água e esgoto; operar com marteletes e similares; auxiliar nas atividades de operação de estação de tratamento e elevatória; manter limpa e conservar as máquinas; auxiliar nas operações de máquinas pesada e hidrossanitaria; auxiliar na instalação, corte e religação de ramais prediais: Coletar amostras de água em mananciais, estação de tratamento e elevatórias, rede de distribuição e outros pontos de coleta; preencher formulário para identificação da amostra; auxiliar no reparo de soluções químicas, aplicadas no tratamento de água; auxiliar no manuseio e controle dos materiais e equipamentos laboratoriais; Efetuar esterilização de todos os materiais de laboratório.

Agente Comunitário de Saúde: a jornada de trabalho será de 40 horas semanais, sendo 30 horas em campo e 10 horas em planejamento e digitalização. Trabalhar com adscrição de indivíduos e famílias em base geográfica definida e cadastrar todas as pessoas de sua área, mantendo os dados atualizados no sistema de informação da Atenção Básica vigente, utilizando-os de forma sistemática, com apoio da equipe, para a análise da situação de saúde, considerando as características sociais, econômicas, culturais, demográficas e epidemiológicas do território e priorizando as situações a serem acompanhadas no planejamento local; utilizar instrumentos para a coleta de informações que apoiem no diagnóstico demográfico e sociocultural da comunidade; registrar, para fins de planejamento e acompanhamento das ações de saúde, os dados de nascimentos, óbitos, doenças e outros agravos à saúde, garantido o sigilo ético; desenvolver ações que busquem a integração entre a equipe de saúde e a população adscrita à UBS, considerando as características e as finalidades do trabalho de acompanhamento de indivíduos e grupos sociais ou coletividades; informar os usuários sobre as datas e horários de consultas e exames agendados; participar dos processos de regulação a partir da Atenção Básica para acompanhamento das necessidades dos usuários no que diz respeito a agendamentos ou desistências de consultas e exames solicitados.

Fiscal de Postura: proceder à verificação e orientação do cumprimento da regulação urbanística concernente a edificações particulares; Orientar, inspecionar e exercer a fiscalização de construções irregulares e clandestinas, fazendo comunicações, notificações e embargos; verificar imóveis recém construídos ou reformados, inspecionando o funcionamento das instalações sanitárias e o estado de conservação das paredes, telhados, portas e janelas, a fim de opinar nos processos de concessão de “habite-se”; verificar o licenciamento obras de construção ou reconstrução, embargando as que não estiverem providas de competente autorização ou que estejam em desacordo com o autorizado; intimar, autuar, estabelecer prazos e tomar providências relativas aos violadores da legislação urbanística; efetuar a fiscalização de terrenos baldios, verificando a necessidade de limpeza, capinação, construção de muro e calçadas, bem como fiscalizar o depósito de lixo em local não permitido; efetuar a fiscalização em construções, verificando o cumprimento das normas gerais estabelecidas pelo Código de Obras do Município; Acompanhar os arquitetos e engenheiros da prefeitura nas inspeções e vistorias realizadas no município; efetuar levantamento de terrenos e loteamentos para execução de serviços, bem como efetuar levantamentos dos serviços executados.

Fiscal Tributário: fiscalizar estabelecimentos industriais, comerciais e prestadores de serviços, verificando a correlata inscrição quanto ao tipo de atividades, recolhimento de taxas e tributos municipais, ou licença de funcionamento, para notificar as irregularidades encontradas; autua, notifica e intima os infratores da obrigações tributárias e das normas municipais, com base em vistorias realizadas, para prestarem esclarecimentos ou pagarem seus débitos junto à prefeitura municipal; elabora relatórios de irregularidades encontradas, com base nas vistorias efetuadas, informando seus superiores para que as providências sejam tomadas; autua e notifica os contribuintes que cometeram infrações e informa-os sobre a legislação vigente, visando à regularização da situação e o cumprimento da lei; mantém-se atualizado sobre a política de fiscalização tributária, acompanhando as alterações e divulgações feitas em publicações especializadas, colaborando para difundir a legislação vigente; executa outras tarefas correlatas determinadas pelo superior imediato. 

Guarda Municipal: aplicar penalidades por infração ás regras de trânsito, de conformidade com as normas e disciplinas no Código Nacional de Trânsito e legislação complementar; desenvolver atividades de auxilio, segundo as normas previamente definidas; cumprir ordens de seus superiores, comunicando imediatamente quaisquer incidentes ou ocorrências verificadas durante seu turno de serviço, relatando as providências tomadas; comparecer a sede da Guarda Municipal em horário previamente determinado, a fim de receber instruções quanto aos serviços a serem realizados e os equipamentos de uso obrigatório; apresentar-se aos serviços asseado e devidamente uniformizado; portar-se em qualquer circunstância, com correção e urbanidade exemplares; comparecer a todas as instruções e atos determinados pela chefia; auxiliar e orientar os munícipes solicita e prontamente, quando chamados.

Inspetor de Alunos: controlar a movimentação dos alunos no recinto da Unidade Escolar Municipal e em suas imediações, orientando-os quanto as normas de comportamento; informar a direção da Unidade Escolar Municipal sobre a conduta dos alunos e comunicar qualquer ocorrência; colaborar na divulgação de avisos e instruções de interesse da administração da Unidade Escolar Municipal; atender aos professores em aula, nas solicitações de material escolar e nos problemas disciplinares ou de assistência aos alunos; colaborar na execução de atividades cívicas, sociais e culturais da Unidade Escolar Municipal e trabalhos curriculares complementares da classe; providenciar atendimento aos alunos em caso de enfermidade ou acidente; prestar serviços de mensageiro; auxiliar na organização e distribuição da Merenda Escolar.

Motorista: dirigir automóveis, caminhões, ambulância, ônibus e demais veículos de transporte de passageiros e cargas; vistoriar os veículos diariamente, antes e após sua utilização, verificando o estado dos pneus, nível de combustível, óleo do cárter, bateria, freios faróis, parte elétrica e outros, para certificar-se das boas condições de tráfego; requisitar a manutenção dos veículos quando apresentarem qualquer irregularidade; transportar pessoas, garantindo a segurança dos mesmos; observar a sinalização e zelar pela segurança dos passageiros, transeuntes e demais veículos; realizar reparos de emergência; manter o veículo limpo, interna e externamente e em perfeitas condições de uso; observar e controlar os períodos de revisão e manutenção recomendados preventivamente, para assegurar a plena condição de utilização.

Motorista Escolar: dirigir veículos, de qualquer tipo, destinados ao transporte escolar; vistoriar os veículos diariamente, antes e após sua utilização, verificando o estado dos pneus, nível de combustível, óleo do cárter, bateria, freios faróis, parte elétrica e outros, para certificar-se das boas condições de tráfego; requisitar a manutenção dos veículos quando apresentarem qualquer irregularidade; transportar os escolares, garantindo a segurança dos mesmos; observar a sinalização e zelar pela segurança dos passageiros, transeuntes e demais veículos; realizar reparos de emergência; manter o veículo limpo, interna e externamente e em perfeitas condições de uso; observar e controlar os períodos de revisão e manutenção recomendados preventivamente, para assegurar a plena condição de utilização.

Operador de ETA e ETE: operar as Estações de água e de Esgoto do Município; realizar as coletas de amostras de água na ETA e na rede de distribuição em pontos aleatórios da cidade e realizar suas análises nos laboratórios da ETA; realizar as coletas de amostras de água, lodo e saída da ETE; preencher relatório diário da ETA e ETE; realizar o preparo das soluções químicas aplicadas no tratamento de água; realizar as atividades de operação da ETA e ETE, limpeza dos filtros, decantadores e floculadores assim como limpeza dos tanques e caixas de armazenamento dos produtos usados na ETA e ETE; realizar as manobras de registro e operar comportas na ETA e ETE; controlar níveis de pressão e amperagem das bombas de captação e recalque ETA e ETE. 

Recepcionista: prestar as informações solicitadas pelo público que comparece às repartições municipais; encaminha o público às unidades administrativas competente para o esclarecimento das dúvidas porventura existentes; faz a recepção das correspondências, dando encaminhamento aos setores competentes; atendimento telefônico, operação de microcomputadores e sistemas operacionais; desempenhar outras atividades afins. 

Secretário de Escola: responder, perante o Diretor de Escola, pela regularidade e autenticidade dos registros da vida escolar dos alunos, a cargo da Secretaria da Unidade Escolar Municipal; cumprir e fazer cumprir normas legais, decisões e prazos estabelecidos para a execução dos trabalhos de responsabilidade da secretaria da Unidade Escolar Municipal; propor e opinar sobre medidas que visem à racionalização da Secretária; expedir instruções necessárias à manutenção da regularidade dos serviços sob sua responsabilidade; providenciar a instrução de processos e expedientes que devam ser submetidos a decisão superior; assinar todos os documentos escolares que, conforme normas estabelecidas pela administração superior, devam conter sua assinatura.

Técnico em Enfermagem do Trabalho: prestar assistência de enfermagem de caráter preventivo e/ou curativo, internos e externos à Unidade de Saúde, conforme planejamento de trabalho determinado pelo enfermeiro; apurar e verificar sinais vitais como pulso, temperatura, pressão arterial e frequência respiratória; fornecer e aplicar medicamentos, vacinas e curativos; coletar materiais para exames laboratoriais. Auxiliar na realização de exames e testes específicos; notificar ou encaminhar para notificação de pacientes com suspeita de doenças de notificação compulsória; encaminhar pacientes para banho ou efetuar banho no leito; trocar roupas de pacientes; adotar procedimentos de isolamento.

Assistente Social: executar atividades profissionais típicas, correspondentes à habilitação em Serviço Social; orientar, quando solicitado, o trabalho de outros servidores; prestar assessoramento técnico em sua área de conhecimento; elaborar e coordenar projetos de interesse público; promover o acompanhamento e a revisão de benefícios de prestação continuada; organizar e realizar conferências; coordenar programas sociais do governo federal, estadual e municipal; executar programas sociais do governo federal, estadual e municipal.

Nutricionista: controlar a estocagem, preparação, conservação e distribuição dos alimentos; Ministrar cursos e treinamentos para os funcionários; Participar da seleção de funcionários para o cargo de cozinheiros ou serventes; Auxiliar a comissão de licitação na escolha de produtos com melhor relação custo/benefício; Comprar alimentos, materiais e utensílios de cozinha, com a autorização do órgão competente; fazer reuniões para observar o nível de rendimento, habilidade, higiene e aceitação dos alimentos pelos comensais, para racionalizar e melhor o padrão técnico dos serviços; fazer cardápios diferenciados para aqueles que necessitam de alimentação especial, ocasionado por problemas de saúde; Participar de eventos especiais na organização de cardápios, compra e designação de funcionários. 

Psicólogo: atender os pacientes das Unidades de Saúde, efetuar e avaliar diagnósticos através de técnicas psicológicas adequadas; realizar atendimento psicológico ou psicossocial em crianças, adolescentes e adultos; promover ações conjuntas para elaborar programas de assistência e apoio a grupos específicos de pacientes; promover ações de aconselhamento e orientação, individual ou em grupo, com familiares e pacientes, com o objetivo de mediar solucionar situações de conflito; estudar e avaliar pacientes nos aspectos intelectual, psicomotor e emocional com a adoção de técnicas psicológicas de diagnóstico e formulação de pareceres; promover a orientação de crianças nos casos de Psicologia e desajustamento familiar.

Comentários