Prefeitura de Fortaleza abre processo seletivo com 171 vagas

Novo processo seletivo da Prefeitura Municipal de Fortaleza, Ceará, tem inscrições abertas para 171 vagas temporárias como Assistente da Educação Infantil Substituto

Por

A Prefeitura Municipal de Fortaleza, Ceará, abre novo processo seletivo. São 171 vagas para Assistente da Educação Infantil Substituto, com reserva de 12 vagas para os candidatos portadores de deficiência. As vagas serão providas em caráter temporário, na rede municipal de ensino.

As inscrições já estão abertas e vão até 20 de junho pelo site concursos.fortaleza.ce.gov.br. A taxa de participação é de R$ 75,00, sem previsão de isenção.

Os candidatos devem ter escolaridade média na modalidade normal ou pelo menos 50% da carga horária do curso de licenciatura em pedagogia ou curso de formação de professores do ensino fundamental. O salário oferecido é de R$ 978,24 e jornada de trabalho mensal é de 240 horas.

Dentre as atividades do profissional estão previstas acompanhar os serviços dos professores em sala de aula, auxiliando-os nas atividades didáticas; acompanhar os alunos ao saírem dos locais de atividades, zelando por sua segurança, até eles deixarem as dependências da creche acompanhados de seus responsáveis; executar outras atividades correlatas para as quais for solicitado; manter tratamento cordial e respeitoso para com todos em seu ambiente de trabalho; manter seu fardamento sempre limpo, cuidar da sua higiene pessoal; responder pelo material e equipamento posto à sua disposição para a execução de seu serviço; responsabilizar-se pelas atividades relativas ao cuidar, educar e dar assistência às crianças da educação infantil matriculadas nas unidades escolares, respeitando as especificidades de cada etapa do desenvolvimento infantil, seus valores e individualidade; realizar, em parceria com o professor, procedimentos de higiene e cuidados das crianças referentes a higiene pessoal, saúde, sono, alimentação e segurança; participar permanentemente do processo de desenvolvimento das atividades técnico-pedagógicas, auxiliando o professor quanto à observação, registro e avaliação do processo de desenvolvimento e aprendizagem da criança; desenvolver atividades voltadas para o desenvolvimento integral da criança, considerando as diversas linguagens e tendo como eixos norteadores a brincadeira e interação; acompanhar, em parceria com o professor, as crianças em atividades sociais e culturais programadas pela unidade escolar; auxiliar no cuidado e na educação das crianças com deficiência; participar ativamente, juntamente com o professor, do processo de integração instituição/família/comunidade, acolhendo a criança, pais ou responsável com cordialidade; participar de programas de formação continuada e reuniões de trabalho realizadas pela SME ou distritos educacionais; e executar outras atividades semelhantes e pertinentes à sua função.

Os candidatos passarão por prova objetiva, prevista para 8 de julho. Serão abordados conteúdos de português; interpretação de texto; Proposta Curricular para a Educação Infantil de Rede Municipal de Ensino de Fortaleza; Parecer CNE/CEB nº 20/2009 e a Resolução CNE/CEB nº 05/2009, os quais instituem as diretrizes curriculares nacionais para a Educação Infantil; Resolução CME nº 002/2010, a qual institui as normas para o ato de criação, credenciamento e autorização de funcionamento de instituições públicas e privadas de educação infantil; Resolução CME nº 010/2013, a qual institui as normas para educação especial na perspectiva da educação inclusiva e para o atendimento educacional especializado dos estudantes com deficiências, transtornos globais de desenvolvimento e altas habilidades/superdotação na educação básica; Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei Federal nº 8.069/1990); A educação infantil na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei Federal nº 9.394/1996); características das fases do desenvolvimento infantil, segundo Piaget, Vygotsky e Wallon; estrutura de funcionamento de creche: organização dos espaços físicos, recursos materiais, recursos humanos, higiene, alimentação, segurança, proteção e cuidados básicos da criança de zero a três anos de idade; o papel da observação e registro no processo de avaliação na educação infantil. 

O resultado da prova objetiva sai em 16 de julho e o resultado final do certame está previsto para 24/07. A validade da seleção será de um ano, prazo que pode ser prorrogado uma vez pelo mesmo período. Os contratos terão a duração de 12 meses, com possibilidade de uma prorrogação pelo mesmo período.

Comentários