Polícia Civil de Roraima vai ter novo concurso em 2018

Edital deve sair no segundo semestre do ano para cargos de Agente, Escrivão, Perito, Auxiliar e Delegado. Os salários chegam a R$ 17.511,83.

Por

O Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR) divulgou por meio de sua assessoria de imprensa que o estado tem prazo de 30 dias para contratação de banca organizadora objetivando a realização de um novo concurso público na Polícia Civil do Estado (PCRR).

Agora, com a decisão do MP, o estado fica obrigado a comprovar, no prazo de 30 dias, a documentação para contratação de instituição especializada de renome nacional para realização da primeira fase do certame.

Na decisão, consta ainda que o concurso público deverá oferecer vagas para todos os cargos da Polícia Civil, exceto para Agente Carcerário, cargo em extinção. A previsão é de que a seleção seja realizada em duas etapas, sendo a primeira pela instituição contratada para tal fim; e a segunda (curso de formação) pela Academia da Polícia Civil de Roraima.

Em outubro do ano passado, o Governo do Estado, após tratativas coordenadas pelo promotor de Justiça Valmir Costa, responsável pela segunda titularidade da Promotoria de Justiça de Execução Penal, Controle Externo da Atividade Policial e Crime Miliar, firmou Termo de Ajustamento de Conduta com o MPRR se comprometendo em realizar concurso para o quadro da Polícia Civil de Roraima.

PC-RR terá novo concurso público em 2018PC-RR terá novo concurso público em 2018

A propositura do acordo resultou do Inquérito Civil Público nº 003/17, instaurado com o objetivo de garantir a realização do concurso público com base nos princípios legais que regem a Administração Pública - moralidade, legalidade, publicidade e impessoalidade.

O acordo previa que a primeira fase do certame deveria ter o resultado final divulgado até 31 de agosto de 2018, entretanto, até a presente data o Estado não divulgou nenhum edital, apesar de ter comunicado o MPRR que a empresa responsável já encontra-se contratada. O Promotor de Justiça Valmir Costa, afirma que o concurso público já deveria estar em andamento, com as inscrições abertas inclusive, porém os prazos estipulados pelo próprio Governo do Estado já estão extrapolados.

"O cenário atual indica a necessidade imediata da realização desse certame, o último e único concurso da Polícia Civil foi realizado no ano de 2003, há mais de 15 anos e ao longo desse tempo houve um aumento alarmante da criminalidade no Estado de Roraima", finaliza o promotor de justiça.

Em março deste ano, já havia sido divulgada pela Polícia Civil no Diário Oficial de Roraima a ratificação da dispensa de licitação, que escolheu a Vunesp como organizadora do certame. No entanto, a assinatura do contrato não chegou a se concretizar, o que tende a ocorrer agora, com a decisão do Ministério Público.

O concurso está autorizado desde 2017 e prevê abertura de 330 vagas para carreiras de Agente, Escrivão, Perito, Auxiliar e Delegado. Confira as remunerações de cada cargo:

- Delegado de Polícia Civil: R$ 17.511,83
- Escrivão de Polícia Civil: R$ 4.149,24
- Agente de Polícia Civil: R$ 4.149,24
- Perito Criminal de Polícia Civil: R$ 10.592,55
- Odontolegista de Polícia Civil: R$ 10.592,55
- Auxiliar de Necropsia: R$ 2.766,15
- Auxiliar de Papiloscopista: R$ 2.766,15
- Perito de Papiloscopia: R$ 4.149,24

No último concurso da PC RR, os candidatos passaram por avaliação objetiva, de caráter classificatório e eliminatório. Apenas os candidatos inscritos para as vagas de Delegado de Polícia Civil realizaram prova discursiva. Foram cobradas questões de conhecimentos gerais e específicos, estes referentes à área de cada candidato para todos os cargos.

Para os cargos de nível médio e superior, as provas de conhecimentos gerais cobraram questões de Língua Portuguesa, Noções de Informática e Atualidades. Já para os cargos de auxiliar, os candidatos de nível fundamental tiveram questões sobre as disciplinas de Matemática, Língua Portuguesa e Atualidades.

Comentários
Carregar comentários